Uma análise de concorrência vai ajudar sua empresa a entender melhor o cenário dentro do segmento em que atua, destacando assim seus desafios e diferenciais diante de empresas que entregam o mesmo produto ou serviço. Esse estudo propicia informações cruciais para um bom planejamento de marca, além de dados sobre como caminhar e crescer no setor em que está.

O passo mais básico desse processo é verificar a presença digital e física dos seus principais concorrentes, analisando engajamento e interações com o consumidor. Mas olhar para isso não é suficiente pois você pode acabar com interpretações equivocadas sobre o sucesso, pontos fortes e fracos de sua concorrência.

Dicas para fazer uma boa análise de concorrência:

  1. Saiba quem é a sua empresa com clareza: identifique missão, visão, valores e, principalmente, objetivos do seu negócio. Vá ainda mais fundo! Faça estudos internos que identificam pontos fortes e fracos do seu produto ou serviço, atendimento, processos internos, fornecedores etc. Faça uma análise sobre sua demanda e o que seria necessário repensar na rotina de seu negócio caso ela aumentasse. Por fim, confira se o produto ou serviço que entrega está compatível com o que há no mercado. 
  2. Depois de saber quem é a sua empresa, você está pronto para determinar melhor que são seus concorrentes. Você precisa fazer uma pergunta básica: se minha marca não existisse, de quem meus clientes comprariam? Você pode começar pelos grandes representantes do segmento – mesmo que não queira competir diretamente com as empresas maiores, elas podem inspirar suas ações e trazer soluções para seu planejamento. Depois não se esqueça de olhar para os concorrentes de mesmo porte, afinal, eles vivem as mesmas dores. 

    Você sabe a diferença entre concorrência direta e concorrência indireta? Na concorrência direta estão aqueles que fazem exatamente o mesmo trabalho ou oferecem o mesmo produto, com processos parecidos e objetivos similares. Na concorrência indireta você encontra aquelas que não oferecem o mesmo serviço ou produto, mas servem ao mesmo público-alvo e podem substituir seu trabalho como, por exemplo, o streaming que de forma indireta concorre com o cinema. 

  3. Hora de colocar a mão na massa e conseguir os dados da concorrência:
  • Pesquise os sites e redes sociais das concorrentes,
  • Analise o histórico das empresas,
  • Busque saber missão, visão e valores delas,
  • Analise os perfis e conteúdos gerados no LinkedIn,
  • Aproveite o LinkedIn também para saber mais sobre os funcionários do negócio,
  • Busque nessas redes citadas e em sites como Reclame Aqui a opinião dos consumidores sobre como essas concorrentes atuam.

4. Faça um bom desk research, ou seja, vá em busca das informações já disponíveis no mercado e entenda como elas podem agregar à sua análise. Esses dados podem ser encontrados em diferentes lugares, como as redes sociais, divulgações das próprias empresas concorrentes, pesquisas acadêmicas e análises mais aprofundadas, entre outros.  

5. Analise os produtos e serviços oferecidos pelas concorrentes. Nesta etapa, tome o cuidado de não ser tendencioso. Se você filtrar as informações utilizando apenas o que é favorável a sua marca, pode dar um tiro no pé. Nesse ponto, observe os preços, benefícios, necessidades e desejos do público que estão sendo atendidos, diferenciais, locais de venda (online ou offline), tecnologias usadas em todos os processos, pontos fracos onde essas empresas não estão conseguindo atuar, entre outros.

6. Público-alvo: entenda qual o target dos seus concorrentes e perceba onde ele intersecciona com o seu. Dessa maneira, você pode analisar melhor o comportamento do consumidor e a forma como as empresas atuam em relação a ele. Você pode buscar, por exemplo, por depoimentos de clientes, cases das marcas, tom de voz que os outros empreendimentos utilizam, principais canais onde interagem com o público, entre outros.

7. Esse compilado de informações vai ajudar a enxergar as estratégias que as empresas concorrentes utilizam para lidar com os desafios diários, passando por marketing digital, marketing offline, lançamento de produtos, identidade e tom de voz, ações específicas com objetivos determinados, imprensa, marketing de influência e mais.

8. Há também algumas ferramentas que podem auxiliar sua pesquisa para análise de concorrência. A SEMRush, por exemplo, ajuda a monitorar palavras-chave. A Alexa também faz esse trabalho, mas tem o diferencial de estudar a relevância da empresa. Já a SimilarWeb oferece um olhar mais próximo de como seus concorrentes planejam o SEO.

9. Uma boa pesquisa de mercado pode ainda ser muito útil na hora de fazer sua análise de concorrência. Estudos sobre a imagem das empresas no segmento de mercado, satisfação da concorrência e cliente oculto (alguém que se faz passar por consumidor, entra em contato com a empresa e pergunta sobre seus serviços para analisar a experiência do usuário) são algumas das coletas de dados cruciais para sua análise ficar ainda mais completa. 

Para saber mais, entre em contato com o Instituto QualiBest

 

  • Marcas fazem parte do dia-a-dia das pessoas.

    Entender como as marcas se conectam às pessoas, suprindo necessidades e desejos, conscientes ou não, é um trabalho tão inspirador quanto a motivação de torna-las cada vez mais relevantes.

    Para entender elementos racionais e emocionais, combinamos dados e observação ao contexto que as marcas estão inseridas. Trilhamos caminhos juntos, descobrindo os fatores que permeiam a imagem e o território das marcas, gerando insights inspiradores e recomendações claras.

    Entre em Contato

  • Experiências estão em toda a parte.

    Oferecer uma experiência relevante aos consumidores em um mundo omni-channel, com rápida experimentação de novas tecnologias, também é missão nossa.

    Pessoas transitam entre lojas físicas e ambientes digitais, contextos culturais e relações sociais e nós utilizamos uma variedade de recursos, técnicas e metodologias para analisar estas vivências de diferentes ângulos. Não deixamos nada para trás, hábitos e atitudes, comportamentos, valores, fatores de escolha e opinião.

    Estamos de olho em todo o processo e contexto, assim, fundamentamos nossas recomendações estratégicas e táticas, para a tomada de decisões, em todos os pontos de venda do cliente.

    Entre em Contato

  • Facilitando campanhas eficientes.

    Pesquisas inteligentes e bem executadas trazem novos caminhos para inovação e criatividade na comunicação. Sabemos que quando se trata de mídia, tudo joga a favor do conhecimento.

    Grandes marcas e agências utilizam nossas metodologias para entenderem o desempenho de suas campanhas ontem, hoje e amanhã.

    Nossa inteligência digital permite o uso das mais avançadas tecnologias de pesquisa em pré e pós testes de campanhas. Podemos avaliar como uma ideia funcionará para determinados meios, veículos, canais, públicos, etc. Conhecemos o cenário de mídia e atendemos anunciantes e agências de forma flexível e customizada.

    Entre em Contato