Pela primeira vez, a Copa do Mundo de Futebol masculino acontece entre os meses de novembro e dezembro. Essa mudança foi provocada por motivos climáticos já que no Qatar as temperaturas podem superar a marca dos 50ºC nos meses de junho e julho. Será que esta mudança impactou ou irá impactar os eventos de final de ano? E as compras para a Black Friday?

44% dos internautas brasileiros acreditam que a mudança não trará nenhum impacto, foi o que detectou um estudo do Instituto de pesquisas QualiBest, pioneiro em pesquisas online, realizado entre 31 de outubro e 4 de novembro, com 545 internautas brasileiros com mais de 16 anos e de todas as classes sociais. Já 24% acham que as pessoas terão dificuldades em conciliar a agenda dos jogos com os compromissos habituais de final de ano e 16% mencionam que o evento acabará comprometendo o orçamento familiar para as festas de final de ano.

Questionados sobre a compras para o Natal e Ano Novo, 36% dizem que ainda não sabem como vão se organizar. Já 19% afirmam que aproveitarão a Black Friday, 14% pretendem comprar mais online, 14% dos entrevistados pretendem antecipar as compras e 11% pretendem deixar as compras para a última semana antes do Natal.

Sobre a compra de equipamentos para acompanhar os jogos da Copa do Mundo, apenas 30% dos internautas pretendem fazer, sendo que, 24% pretendem comprar uma SmartTV e outros 9% querem equipamentos que transformam a TV em Smart.

Já quando questionados sobre quais produtos os participantes pretendem comprar mais nesse período de Copa, a cerveja foi a mais mencionada, com 46% das citações. Refrigerantes e Carne para churrasco são mencionados por 42% como mais consumidos nesta época, sendo que a classe A afirma consumir mais ambos os produtos, chegando a 60% de menções para refrigerantes e 65% para carnes  de churrasco.

Marcas e a Copa do Mundo

Entre os dias 10 e 16 de novembro, o Instituto QualiBest realizou um novo levantamento agora com o objetivo de captar a relação das marcas com a Copa do Mundo. Nessa nova onda, foram entrevistados 545 internautas brasileiros, com mais de 18 anos e de todas as classes sociais. Para eles, a marca mais citada como parceira, apoiadora ou patrocinadora da COPA DO MUNDO de FUTEBOL de forma espontânea foi a Coca-Cola, com 30% das menções, seguida por Nike (23%), Adidas (17%), Itaú (14%) e Vivo (12%). Quando estimulados, a Adidas aparece com destaque (71%), seguida pela Coca-Cola (68%).

Para 66% dos internautas o patrocínio de uma marca a Copa do Mundo influência muito positivamente a sua imagem, esse índice é ainda maior entre as mulheres (70%). Entre os atributos mencionados pelos entrevistados sobre uma marca patrocinar a Copa estão: credibilidade (74%), Solidez (73%), Preocupação com os esportes (71%) e vontade de conhecer melhor seus produtos (63%).

Sobre a oferta de promoções ligadas ao evento, apenas 18% afirmaram que já participaram ou estão participando de alguma promoção ligada a Copa do Mundo. A adesão a essas promoções é maior na Classe A. 44% afirmam que participaram ou estão participando de alguma promoção ligada ao evento.

As promoções citadas como mais atraentes, para 30% dos entrevistados, são aquelas que oferecem vantagens ou descontos na compra ou troca de produtos e aquelas do tipo compre e ganhe.

“Com esses dois últimos estudos que fizemos em relação a Copa do Mundo percebemos que a percepção dos internautas em relação as marcas que apoiam o evento ainda é muito positiva e que as marcas acabam criando um relacionamento mais próximo com os brasileiros”, explica Fabia Duarte, gerente do projeto no Instituto QualiBest.

Essa é a terceira parte de um  estudo maior do Instituto QualiBest que tem como objetivo de acompanhar o comportamento do consumidor, antes, durante e depois da Copa do Mundo. A cada onda,  a pesquisa abordará temas como marcas, eventos esportivos, influencers, Black Friday, Natal e sensação pós copa do mundo. Os resultados da primeiro onda, que tinha como tema Nostalgia, pode ser acompanhado aqui. Já a segunda parte, com o tema  lembranças e hábitos dos internautas brasileiros em relação ao maior campeonato de futebol do mundo, pode ser lido aqui.

  • Marcas fazem parte do dia-a-dia das pessoas.

    Entender como as marcas se conectam às pessoas, suprindo necessidades e desejos, conscientes ou não, é um trabalho tão inspirador quanto a motivação de torna-las cada vez mais relevantes.

    Para entender elementos racionais e emocionais, combinamos dados e observação ao contexto que as marcas estão inseridas. Trilhamos caminhos juntos, descobrindo os fatores que permeiam a imagem e o território das marcas, gerando insights inspiradores e recomendações claras.

    Entre em Contato

  • Experiências estão em toda a parte.

    Oferecer uma experiência relevante aos consumidores em um mundo omni-channel, com rápida experimentação de novas tecnologias, também é missão nossa.

    Pessoas transitam entre lojas físicas e ambientes digitais, contextos culturais e relações sociais e nós utilizamos uma variedade de recursos, técnicas e metodologias para analisar estas vivências de diferentes ângulos. Não deixamos nada para trás, hábitos e atitudes, comportamentos, valores, fatores de escolha e opinião.

    Estamos de olho em todo o processo e contexto, assim, fundamentamos nossas recomendações estratégicas e táticas, para a tomada de decisões, em todos os pontos de venda do cliente.

    Entre em Contato

  • Facilitando campanhas eficientes.

    Pesquisas inteligentes e bem executadas trazem novos caminhos para inovação e criatividade na comunicação. Sabemos que quando se trata de mídia, tudo joga a favor do conhecimento.

    Grandes marcas e agências utilizam nossas metodologias para entenderem o desempenho de suas campanhas ontem, hoje e amanhã.

    Nossa inteligência digital permite o uso das mais avançadas tecnologias de pesquisa em pré e pós testes de campanhas. Podemos avaliar como uma ideia funcionará para determinados meios, veículos, canais, públicos, etc. Conhecemos o cenário de mídia e atendemos anunciantes e agências de forma flexível e customizada.

    Entre em Contato