Durante a pandemia a maioria da população sofreu com as mudanças repentinas na sociedade e mesmo aqueles acostumados com o consumo no mercado de luxo sentiram, em grande parte, seu poder aquisitivo ser reduzido.

No entanto, mesmo com o impacto na renda familiar alguns hábitos, como o consumo de arte ainda persistem. E nesse artigo do Instituto QualiBest você vai descobrir quais foram as mudanças sentidas nas relações de consumo de arte durante a pandemia.

Redução na renda e mudanças nos hábitos de consumo do mercado de luxo

De acordo com a pesquisa “O novo normal do luxo – Moda e Arte” realizada pelo Instituto QualiBest em parceria com o portal de arte contemporânea ARTSOUL e a consultoria de negócios de moda e varejo BACK IN B, com mulheres de alta renda, da cidade de São Paulo, a redução na renda das famílias das 405 entrevistadas, em média de R$ 43.280,00, diminuiu cerca de 29% durante a pandemia.

Como resultado, 83% alegam estar gastando menos nesse período, concentrando seus gastos (além dos itens básicos) principalmente em roupas, livros, itens para casa, wellness e eletrodomésticos, sendo que quase um terço do total se ateve apenas a itens de alimentação e farmácia.

Vale destacar um movimento crescente do consumo de itens do mercado de luxo online, uma relação com a qual as respondentes não demonstraram resistência à aceitação.

Relação com o consumo de arte

Um dos maiores expoentes do mercado de luxo são as obras de arte, a pesquisa constatou que quase 40% das mulheres adquiriram alguma peça de arte nos últimos 3 anos. Sendo que o índice sobe para 61% entre mulheres com renda superior a R$50.000,00.

Anteriormente as opções preferidas de compra eram as galerias e feiras de arte ou diretamente com o artista, mas durante a pandemia, esse hábito motivado principalmente pelo “sentimento que a obra desperta” (motivo de compra de 75% das entrevistadas) foi alterado e essas mulheres passaram a aceitar a possibilidade de comprar uma peça virtualmente.

A rejeição apontada pela pesquisa para esse modelo de aquisição encontrou resistência de apenas 16% do total, sendo que as chances de a compra pela internet acontecer depende de 4 aspectos principais:

  1. 82% declaram que comprariam online se pudessem experimentar a obra de arte na própria casa;
  2. Para 81%, caso ela fosse produzida por um artista que já conhecessem;
  3. 73% comprariam se o valor fosse inferior a R$2000,00;
  4. Enquanto 69% levariam se soubessem que é possível trocar.

Isso demonstra que o mercado de luxo continua aquecido, principalmente quando o assunto é o consumo de arte, mesmo que os canais de acesso sejam diferentes dos habituais.

Conseguir manter as vendas é em grande parte responsabilidade do mercado de arte, que por sua vez tem se reinventado, criando estratégias mais atrativas, como oferecer obras de menor valor em plataformas online e de artistas mais conhecidos pelo público.

Para ter mais insights sobre o comportamento dos consumidores durante a pandemia acesse nosso site ou entre em contato conosco e fale com um de nossos colaboradores.

  • Marcas fazem parte do dia-a-dia das pessoas.

    Entender como as marcas se conectam às pessoas, suprindo necessidades e desejos, conscientes ou não, é um trabalho tão inspirador quanto a motivação de torna-las cada vez mais relevantes.

    Para entender elementos racionais e emocionais, combinamos dados e observação ao contexto que as marcas estão inseridas. Trilhamos caminhos juntos, descobrindo os fatores que permeiam a imagem e o território das marcas, gerando insights inspiradores e recomendações claras.

    Entre em Contato

  • Experiências estão em toda a parte.

    Oferecer uma experiência relevante aos consumidores em um mundo omni-channel, com rápida experimentação de novas tecnologias, também é missão nossa.

    Pessoas transitam entre lojas físicas e ambientes digitais, contextos culturais e relações sociais e nós utilizamos uma variedade de recursos, técnicas e metodologias para analisar estas vivências de diferentes ângulos. Não deixamos nada para trás, hábitos e atitudes, comportamentos, valores, fatores de escolha e opinião.

    Estamos de olho em todo o processo e contexto, assim, fundamentamos nossas recomendações estratégicas e táticas, para a tomada de decisões, em todos os pontos de venda do cliente.

    Entre em Contato

  • Facilitando campanhas eficientes.

    Pesquisas inteligentes e bem executadas trazem novos caminhos para inovação e criatividade na comunicação. Sabemos que quando se trata de mídia, tudo joga a favor do conhecimento.

    Grandes marcas e agências utilizam nossas metodologias para entenderem o desempenho de suas campanhas ontem, hoje e amanhã.

    Nossa inteligência digital permite o uso das mais avançadas tecnologias de pesquisa em pré e pós testes de campanhas. Podemos avaliar como uma ideia funcionará para determinados meios, veículos, canais, públicos, etc. Conhecemos o cenário de mídia e atendemos anunciantes e agências de forma flexível e customizada.

    Entre em Contato