Ter liberdade para pensar, ser e agir da forma como quiser, conhecer a si mesma e todos os tipos de sociedade e gostos de consumo bem definidos, são alguns dos pensamentos que ajudam a montar o perfil das mulheres da geração Z, um enorme grupo de jovens que têm mostrado a todos suas opiniões e preferências.

Nesse novo artigo do Instituto Qualibest recolhemos informações da pesquisa “A Flor deste Botão: a novíssima geração das mulheres brasileiras” para falar em maiores detalhes sobre quem são essas jovens mulheres que estão ajudando a mudar a sociedade em diversos aspectos, qual sua relação com os hábitos de consumo e as diferenças em relação à geração X.

 

Quem são as mulheres da geração Z?

Nascidas a partir de 1997, as mulheres da geração Z se destacam por sua autoconsciência e por causa da certeza de saber o que quer. Em comparação com a geração anterior, esse público é o que mais tem acesso a informações diversificadas e isso ajuda a moldar seu perfil como um grupo que não se importa em romper com padrões e utilizam das ferramentas que possuem para se expressar e demonstrar sua personalidade.

Cada vez mais cedo elas percebem que padrões engessados, como diferenças de consumo entre homens e mulheres são irrelevantes e fazem questão de não serem “aprisionadas” por nenhum tipo de estereótipo.

 

Diferenças entre as gerações

Para mulheres da geração Z entre 15 e 17 anos, o consumo no mundo da beleza é mais do que uma maneira de se sentirem bem consigo mesmas é como elas demonstram suas atitudes e pensamento empoderado.

A pesquisa mostra que em comparação com a geração X as jovens estão realizando procedimentos estéticos cada vez mais cedo:

  • 28% das mulheres com idade média de 13 anos já alisam ou fazem escova de cabelo. Ante a média de 23 anos da geração X;
  • 25% das meninas de 14 anos (em média) já pintam os cabelos. Na geração X, isso acontecia aos 23 anos em média;
  • Mulheres nascidas na década de 60 e 70 começaram a fazer as unhas com 18 anos em média. Enquanto atualmente isso acontece ainda com 11 anos;

Mas não é só isso! Esse tipo de consciência mostra mais diferenças quando os assuntos são mais delicados:

  • 53% das mulheres da geração Z ficariam tristes se fossem chamadas de feias ou gordas, contra 70% da geração X;
  • 49% acham que a primeira impressão é mais importante que a beleza interior, contra 67% da geração X;
  • Apenas 47% acham que aparência é fundamental para ter sucesso na vida, contra 69% da geração anterior.

A pesquisa ainda aponta outros dados que mostram que a geração Z, apesar de se preocuparem com a sua beleza, não acham que isso é tão essencial para as suas vidas quanto a geração X pensa. Elas se arrumam, mas principalmente para se sentirem bem consigo mesmas e como forma de demonstrar sua personalidade e extensão das suas opiniões.

O que fica claro é que a geração Z pensa muito mais, sobre tudo, questionam e tentam desmontar padrões e demonstrar sua força cada vez mais cedo, com mais consciência e intensidade.

No site do Instituto Qualibest você pode ter acesso a toda pesquisa “A Flor deste Botão: a novíssima geração das mulheres brasileiras” e para saber mais sobre o assunto e como atingir e conquistar esse público basta entrar em contato conosco.

  • Marcas fazem parte do dia-a-dia das pessoas.

    Entender como as marcas se conectam às pessoas, suprindo necessidades e desejos, conscientes ou não, é um trabalho tão inspirador quanto a motivação de torna-las cada vez mais relevantes.

    Para entender elementos racionais e emocionais, combinamos dados e observação ao contexto que as marcas estão inseridas. Trilhamos caminhos juntos, descobrindo os fatores que permeiam a imagem e o território das marcas, gerando insights inspiradores e recomendações claras.

    Entre em Contato

  • Experiências estão em toda a parte.

    Oferecer uma experiência relevante aos consumidores em um mundo omni-channel, com rápida experimentação de novas tecnologias, também é missão nossa.

    Pessoas transitam entre lojas físicas e ambientes digitais, contextos culturais e relações sociais e nós utilizamos uma variedade de recursos, técnicas e metodologias para analisar estas vivências de diferentes ângulos. Não deixamos nada para trás, hábitos e atitudes, comportamentos, valores, fatores de escolha e opinião.

    Estamos de olho em todo o processo e contexto, assim, fundamentamos nossas recomendações estratégicas e táticas, para a tomada de decisões, em todos os pontos de venda do cliente.

    Entre em Contato

  • Facilitando campanhas eficientes.

    Pesquisas inteligentes e bem executadas trazem novos caminhos para inovação e criatividade na comunicação. Sabemos que quando se trata de mídia, tudo joga a favor do conhecimento.

    Grandes marcas e agências utilizam nossas metodologias para entenderem o desempenho de suas campanhas ontem, hoje e amanhã.

    Nossa inteligência digital permite o uso das mais avançadas tecnologias de pesquisa em pré e pós testes de campanhas. Podemos avaliar como uma ideia funcionará para determinados meios, veículos, canais, públicos, etc. Conhecemos o cenário de mídia e atendemos anunciantes e agências de forma flexível e customizada.

    Entre em Contato